Tutorial de Programação Android – Lição 2

Ambiente MIT App Inventor 2

A ferramenta funciona como uma cloud (armazena os projetos criados num servidor próprio, não precisando ser guardados no computador).

A ferramenta tem uma barra de tarefas no topo, onde aparecem dois menus muito importantes, "Project" e "Build". O menu "Project" permite criar um projeto novo, abrir um projeto previamente guardado e guardar um projeto. No caso do menu "Build", este permite essencialmente a criação de um ficheiro de instalação da aplicação criada, que será depois guardado no disco do computador (normalmente na pasta de transferências).

Criar um novo projeto

Para criar um novo projeto, no menu "Project" carregar em "New ...", aparecendo uma janela para ser escrito o nome que vamos dar ao projeto.

Após escrever o nome do projeto, carregar "Ok", para seguir para a página de desenho da interface da aplicação.

A página de desenho da interface da aplicação é constituída por 4 zonas fundamentais, a "Palette", a "Viewer", a "Components" e a "Properties".
Na zona "Palette", podem encontrar-se todos os tipos de componentes de uma aplicação, como é o caso dos botões, as listas, as caixas de seleção, as etiquetas, etc...

Na zona "Viewer", a qual imita um ecrã de um dispositivo Android, pode ver-se o aspeto, da futura aplicação e podemos arrastar da "Palette", os componentes para o ecrã do "Viewer".

Na zona "Components", podem encontrar a lista de componentes que já colocamos na nossa aplicação, numa forma de hierarquia, vendo que componente depende de qual.

Na zona "Properties",podem definir-se todas as propriedades de um componente, por exemplo, se for um botão, vamos à lista de componentes ou ao ecrã, e seleccionamos o botão que queremos alterar, aparecendo na zona de propriedades, todas as propriedades do mesmo, permitindo alterar a cor, o texto, a posição, o tamanho,etc...

No canto superior direito estão dois botões que permitem mudar da página de desenho de interface para a página de edição de blocos.

Na página de edição de blocos, existem duas zonas fundamentais, a zona "Blocks" e a zona "Viewer".
Neste caso os blocos vão substituir o código escrito, e estes estão agrupados em vários conjuntos, dependendo do tipo:
-- Control - blocos de controlo (se isto acontecer então acontece aquilo - IF THEN)
-- Logic - blocos logicos (Verdadeiro ou Falso)
-- Math - blocos matemáticos (somas, subtrações,etc...)
-- Text - blocos de texto (inserir, alterar, guardar um texto)
-- Lists - blocos de listas (criar listas de opções)
-- Colors - blocos de cores (alterar a cor de um componente ou texto)
-- Variables - blocos de variáveis (criar variaveis)
-- Procedures - blocos de procedimentos (quando algo acontece é realizada uma ação)

Existem mais do que este conjunto, pois cada componente do interface, por exemplo um botão, também tem os seus próprios blocos.

Os blocos podem ser vistos como puzzles, que encaixados uns nos outros criam um conjunto sequencial de operações.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>